Alice, em que escola devo colocar meu filho?

Olá queridos, desculpe o atraso da coluna esta semana, final de ano, sabe como é a vida de professor!!!
Como o prometido e o solicitado: “Alice, me ajuda a escolher uma escola boa para o meu filho???”
Sim, será um enorme prazer… Vamos lá?

Todas as vezes que me pedem ajuda para a escolha de uma escola, a primeira coisa que pergunto é: “O que você procura??”
Muitas vezes o que é bom para mim, não é bom pra você. Então a primeira dica é: O que você procura?
Normalmente, os pais sequer sabem o que procuram, querem que, no mínimo, o filho esteja em segurança.
Vamos pensar no que você procura para concluir, o que você deve observar nessa nova fase do seu filho.

Todos nós, por mais imparciais que sejamos, desejamos algo para os nossos filhos, sempre desejamos. Existem pais que são mais audaciosos e controladores ao ponto de decidirem a profissão dos filhos. Professores do Ensino Médio, muitas vezes, se deparam com essa realidade na sala de aula: filhos que tem um sonho e pais que almejam outros para seus filhos.
Adolescentes que desejam ser atores, músicos, publicitários e pais que não permitem que sejam outra coisa a não ser médicos ou advogados. Não, não estou falando de realidades do século XIX ou XX, estamos falando do ano de 2015. E isso me ocorre todos os dias, alunos ansiosos que não sabem como vão lidar com esse conflito.

Primeiramente ao pensarmos na escola que iremos matricular nossos filhos devemos pensar em o que desejo pra ele e quais são suas habilidades. E é necessário desde o principio avaliar o perfil do seu filho, e quem sabe, sim, mudar de escola enquanto o seu filho amadurece na personalidade?
Seus princípios e a sua formação familiar também devem contar muito, bem como a sua realidade financeira.
No meu caso, se eu tivesse filho, meu maior desafio seria encontrar uma escola que utilizasse de uma pedagogia mais livre, no qual não houvesse alguns tipos de amarras na pedagogia tradicional, no qual a arte e a literatura tivesse vez tal qual a matemática e a física.

Mas a gente esbarra em dois grandes conflitos:

  • O que desejo pro meu filho, seu perfil, e o que ele deseja pra ele (caso seja maior).
  • E as concepções básicas que ele precisa ter para sobreviver na sociedade ao sair da escola.

Pois bem sabemos que a nossa sociedade ela é bastante cruel e capitalista, só irá sobreviver quem tiver a proposta pedagógica que a sociedade exige.
E o espaço de melhor condições financeiras, ainda são as profissões tradicionais, como: Direito, Medicina e Engenharia.

E como ficam os artistas que não estão na TV? Os publicitários? Os professores? Entre outros…
Ficam felizes e realizados em sua profissão. Com possibilidades ou não de serem bem sucedidos financeiramente.
Existe uma frase do filósofo Confúcio que diz: “Faça o que você ama, e nunca terá que trabalhar na vida.”
E é por aí…

Então vamos às observações práticas que você precisa ter ao escolher  a escola para o seu filho:

Até 5 anos

Dos 6 aos 12 anos

12 aos 15 anos

15 aos 18 anos

Quais são seus conceitos e sua filosofia de vida?

Qual a personalidade do seu filho? O que ele gosta de fazer?

Nessa idade o adolescente já começa a dar sinais de habilidades profissionais.
É exatamente nessa faixa etária que inicia-se as dúvidas cruéis sobre as profissões.
É necessário observar se a criança ira desejar algo mais técnico ou não e começa a amadurecer alguns aspectos.

Essa idade é a idade das escolhas futuras.
Já devem ter uma noção do que desejam fazer futuramente.
Escolha a escola que melhor ira atende-los.
O Enem (Exame nacional do Ensino Médio) é o nosso antigo vestibular.
Até o inicio dos anos 2000, fazíamos várias provas para universidades diferentes e o Enem era apenas um exame para avaliar a qualidade educacional dos alunos de escola pública.
Porém nos dias atuais, a maioria das universidades e praticamente todas as universidades públicas, aprovam os candidatos a vagas nas universidades pelo Enem.
Porem essa realidade dificulta bastante a entrada dos alunos, sendo assim, as aprovações pontuações para alguns cursos específicos, cada vez mais difíceis. Precisando alcançar uma pontuação altíssima.
Acompanhar o que o seu filho deseja fazer e oportunizá-lo deve ser angustiante para você.
Porém para alcançar essa pontuação, seu filho precisa de três coisas bastante importantes:
1º Uma excelente qualidade educacional;
2º Disciplina de Estudos;
3º Desejo de alcançar a pontuação.
Sem esses quesitos não será possível.
Existem escolas que treinam seus filhos para realizarem a prova do Enem, mas valorizar seus sonhos é bastante importante.
Talvez seu filho deseja fazer um curso técnico.
Isso não fará dele menor, curso técnico qualifica e fará dele um excelente profissional.

O que a escola pode contribuir para esses feitos

Quais são os espaços disponíveis para que ele possa continuar a se desenvolver intelectualmente saudável?

Você deve observar se a opção de segundo turno é o que você deseja, nessa faixa etária é muito comum as escolas oferecerem segundo turnos com cursos técnicos, para que a criança já saia do ensino fundamental com algumas habilidades. Sugiro que observe projetos como: Esportes, Dança, Inglês e Robótica.

A escola tem segurança?
Como são os corredores? Todos são acessíveis a TODOS OS ALUNOS? Banheiro, o apoio dos corredores da escola (Por favor, não se esqueça de que aquele profissional, é um profissional e que da mesma forma que você não gosta de ser observado(a) com câmara ao trabalhar ele também não. Ou você confia na instituição ou não confia).
Verifique sempre se a escola tem o profissional: Psicopedagogo.
Este profissional quem deve te orientar em qualquer dificuldade de aprendizagem e/ou comportamental que seu filho venha a ter.
Priorize a escola que tenha esse profissional no seu quadro de horário, DIARIAMENTE.

A segurança da escola, como é?
Os corredores, os banheiros, o apoio da escola? (Por favor, não se esqueça de que aquele profissional, é um profissional e que da mesma forma que você não gosta de ser observado (a) com câmara ao trabalhar ele também não. Ou você confia na instituição ou não confia).
Converse bastante e sempre com seu filho, pergunte o que ele acha e veja se é pertinente. Seu filho não é um santo, mesmo que você pense diferente. Ele pode estar errado. Então seja adulto e observe se são pertinentes as observações da criança.
Verifique sempre se a escola tem o profissional: Psicopedagogo.
Este profissional quem deve te orientar em qualquer dificuldade de aprendizagem e/ou comportamental que seu filho venha a ter.
Priorize a escola que tenha esse profissional no seu quadro de horário, DIARIAMENTE.

A segurança da escola, como é?
Os corredores, os banheiros, o apoio da escola? (Por favor, não se esqueça de que aquele profissional, é um profissional e que da mesma forma que você não gosta de ser observado (a) com câmara ao trabalhar ele também não. Ou você confia na instituição ou não confia).
Essa idade é a idade da descoberta e da paquera.
Verifique sempre se a escola tem o profissional: Psicopedagogo.
Este profissional quem deve te orientar em qualquer dificuldade de aprendizagem e/ou comportamental que seu filho venha a ter.
Priorize a escola que tenha esse profissional no seu quadro de horário, DIARIAMENTE.
Quando não souber lidar com algum conflito, dialogue com esse profissional e esteja aberto as sugestões dele.

Acompanhe o currículo escolar do seu filho pela LDB. Leia sempre que tiver quaisquer dúvidas e antes de sair interrogando a escola que ele esta matriculado, concordando ou não com o conteúdo dado.
NÃO É VOCÊ QUEM DECIDE ISSO. CURRICULO É OBRIGATÓRIO!
Todas escolas são obrigadas a cumprir a LDB, aquela que não cumpri esta forjando uma lei e provavelmente ela não está preparara para educar seu filho. Certo?
Verifique se a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) é contemplada em sua totalidade.
Tal como o Eca essa lei deve te acompanhar enquanto o seu filho estiver na escola.
Valorize nossas leis brasileiras, faça ela valer.
A diversidade nessa idade é extremamente importante para que se viva bem numa sociedade justa e de igualdade.

Acompanhe o currículo escolar do seu filho pela LDB. Leia sempre que tiver quaisquer dúvidas e antes de sair interrogando a escola que ele esta matriculado, concordando ou não com o conteúdo dado.
NÃO É VOCÊ QUEM DECIDE ISSO. CURRICULO É OBRIGATÓRIO!
Todas escolas são obrigadas a cumprir a LDB, aquela que não cumpri esta forjando uma lei e provavelmente ela não está preparara para educar seu filho. Certo?
Verifique se a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) é contemplada em sua totalidade.
Tal como o Eca essa lei deve te acompanhar enquanto o seu filho estiver na escola.
Valorize nossas leis brasileiras, faça ela valer.
A diversidade nessa idade é extremamente importante para que se viva bem numa sociedade justa e de igualdade.

Acompanhe o currículo escolar do seu filho pela LDB. Leia sempre que tiver quaisquer dúvidas e antes de sair interrogando a escola que ele esta matriculado, concordando ou não com o conteúdo dado.
NÃO É VOCÊ QUEM DECIDE ISSO. CURRICULO É OBRIGATÓRIO!
Todas escolas são obrigadas a cumprir a LDB, aquela que não cumpri esta forjando uma lei e provavelmente ela não está preparara para educar seu filho. Certo?
Verifique se a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) é contemplada em sua totalidade.
Tal como o Eca essa lei deve te acompanhar enquanto o seu filho estiver na escola.
Valorize nossas leis brasileiras, faça ela valer.
A diversidade nessa idade é extremamente importante para que se viva bem numa sociedade justa e de igualdade.

Escolha escolas que tenham profissionais qualificados para lidar com essa fase tão desafiadora da vida do seu filho.
Escolas que oportunize
*Feiras educacionais;
*Feiras profissionais;
*Profissionais que façam testes vocacionais;
*Psicólogos;
*Psicopedagogos.
*Campeonatos Esportivos
*Feiras Culturais
*Passeios
*Visita a museus.

Pergunte a qualificação profissional dos professores, quanto maior a experiência e principalmente a “reciclagem” desse profissional, melhor ele poderá atender ao seu filho.
Um profissional que se formou há muito tempo e não se atualiza, fica perdido nas cobranças educacionais e sociais, certamente não será um profissional qualificado para atender suas necessidades, seja lá qual for.

Pergunte a qualificação profissional dos professores, quanto maior a experiência e principalmente a “reciclagem” desse profissional, melhor ele poderá atender ao seu filho.
Um profissional que se formou há muito tempo e não se atualiza, fica perdido nas cobranças educacionais e sociais, certamente não será um profissional qualificado para atender suas necessidades, seja lá qual for.

Pergunte a qualificação profissional dos professores, quanto maior a experiência e principalmente a “reciclagem” desse profissional, melhor ele poderá atender ao seu filho.
Um profissional que se formou há muito tempo e não se atualiza, fica perdido nas cobranças educacionais e sociais, certamente não será um profissional qualificado para atender suas necessidades, seja lá qual for.

Pergunte a qualificação profissional dos professores, quanto maior a experiência e principalmente a “reciclagem” desse profissional, melhor ele poderá atender ao seu filho.
Um profissional que se formou há muito tempo e não se atualiza, fica perdido nas cobranças educacionais e sociais, certamente não será um profissional qualificado para atender suas necessidades, seja lá qual for.

 

Valorize o espaço externo da escola, criança precisa correr, brincar, jogar bola, amadurece sua motricidade em todos os sentidos.
Ele não precisa de informática, mas irá precisar do Judô, Xadrez, capoeira, da bola, natação e Balet. Pense nisso!!

Valorize não só o espaço externo, mas também as salas multidisciplinares que a escola pode oferecer.
Não esqueça que aulas de informática são importantes, mas não mais que o Xadrez. Valorize oficinas de Xadrez na escola. Este jogo ajudará seu filho em toda a sua maturação neurológica e agilidade e estratégia para resolver os problemas, seja lá qual for.
Espaços como laboratórios de ciências e matemática são essenciais.
Nessa idade o desenvolvimento de leitura deve ser acompanhado de perto.
Valorize escolas que tenham projetos de leitura e projetos Literários.
A matéria de filosofia também deve ser iniciada já nessa idade.

Valorize não só o espaço externo, mas também as salas multidisciplinares que a escola pode oferecer.
Não esqueça que aulas de informática são importantes, mas não mais que o Xadrez. Valorize oficinas de Xadrez na escola. Este jogo ajudará seu filho em toda a sua maturação neurológica e agilidade e estratégia para resolver os problemas, seja lá qual for.
Espaços como laboratórios de ciências e matemática são essenciais.
Nessa idade o desenvolvimento de leitura deve ser acompanhado de perto.
Valorize escolas que tenham projetos de leitura, projetos Literários, projetos com dança e teatro.
Nessa idade é necessário que o adolescente fique ocupado e amadurecendo de forma saudável.
A matéria de Filosofia já deve ser mais que comum no seu cotidiano, bem como sociologia.

Escolas que valorizam matérias como: Filosofia e Sociologia devem ser levadas em conta.
Nossos jovens precisam tem amadurecimento social e político para que o Brasil melhore cada vez mais nas suas questões administrativas.
Compreender esse processo e valoriza-lo deve ser uma pauta bastante memorável na escolha dessa escola.

Escola que tem uma troca muito grande de profissionais NÃO É UMA BOA ESCOLA. Por que Alice? Porque provavelmente é uma escola que vai te dar razão o tempo todo e nunca ao profissional que estudou para estar ali. E ao menos que você seja um profissional de Educação, VOCÊ NÃO ESTUDOU PARA TAL.
Então o professor não está livre e feliz para trabalhar com seu filho, irá trabalhar insatisfeito e seu filho provavelmente não será tratado como deve.
Preste bastante atenção nesse quesito.

Escola que tem uma troca muito grande de profissionais NÃO É UMA BOA ESCOLA. Por que Alice? Porque provavelmente é uma escola que vai te dar razão o tempo todo e nunca ao profissional que estudou para estar ali. E ao menos que você seja um profissional de Educação, VOCÊ NÃO ESTUDOU PARA TAL.
Então o professor não está livre e feliz para trabalhar com seu filho, irá trabalhar insatisfeito e seu filho provavelmente não será tratado como deve.
Preste bastante atenção nesse quesito

Escola que tem uma troca muito grande de profissionais NÃO É UMA BOA ESCOLA.
Por que Alice? Porque provavelmente é uma escola que vai te dar razão o tempo todo e nunca ao profissional que estudou para estar ali. E ao menos que você seja um profissional de Educação, VOCÊ NÃO ESTUDOU PARA TAL.
Então o professor não está livre e feliz para trabalhar com seu filho, irá trabalhar insatisfeito e seu filho provavelmente não será tratado como deve.
Preste bastante atenção nesse quesito

Escola que tem uma troca muito grande de profissionais NÃO É UMA BOA ESCOLA.
Por que Alice? Porque provavelmente é uma escola que vai te dar razão o tempo todo e nunca ao profissional que estudou para estar ali. E ao menos que você seja um profissional de Educação, VOCÊ NÃO ESTUDOU PARA TAL.
Então o professor não está livre e feliz para trabalhar com seu filho, irá trabalhar insatisfeito e seu filho provavelmente não será tratado como deve.
Preste bastante atenção nesse quesito

 

E por fim, valorize as questões culturais que essa escola pode oferecer ao seu pequeno.
Um projeto literário, musical, campeonatos.
Crianças precisam nessa faixa etária interagir com as outras crianças, ele deve aprender brincando e de preferência fora da sala de aula.
Quanto mais pedagógica e lúdica for à escola, maior a capacidade de criar, ser bem sucedido, bem resolvido intelectualmente seu filho será.

E por fim, valorize as questões culturais que essa escola pode oferecer ao seu pequeno.
Um projeto literário, musical, campeonatos.
Crianças precisam nessa faixa etária interagir com as outras crianças, ele deve aprender brincando e de preferência fora da sala de aula.
Quanto mais pedagógica e lúdica for à escola, maior a capacidade de criar, ser bem sucedido, bem resolvido intelectualmente seu filho será.
Essa é uma idade muito boa para incluir também a questão bilíngue ao seu filho.
Deve iniciar-se já pequeno.

E por fim, valorize as questões culturais que essa escola pode oferecer ao seu adolescente.
Um projeto literário, musical, campeonatos.
Crianças precisam nessa faixa etária interagir com as outras crianças, ele deve aprender brincando e de preferência fora da sala de aula.
Quanto mais pedagógica e lúdica for à escola, maior a capacidade de criar, ser bem sucedido, bem resolvido intelectualmente seu filho será.
Apresentações teatrais fora dos fechamentos de semestres também são válidos.
Se você deseja que seu filho fale mais de um idioma, invista em cursos externos fora da escola também, caso seja necessário.

E por fim, valorize as questões culturais que essa escola pode oferecer ao seu filho.
Um projeto literário, musical, campeonatos.
Crianças precisam nessa faixa etária interagir com as outras crianças, ele deve aprender brincando e de preferência fora da sala de aula.
Quanto mais pedagógico e lúdico for à escola, maior a capacidade de criar, ser bem sucedido, bem resolvido intelectualmente seu filho será.
Apresentações teatrais fora dos fechamentos de semestres também são válidos.
Não esqueça que talvez você precise pagar um cursinho fora para o período do ENEM.
É uma prova bastante difícil de ser aprovado. Pense nisso!!!

 

Seu filho precisa de organização.
Regras são necessárias.
Escolas que trabalhem a autonomia e delimitação de espaço na sala de aula e fora dela também é importante.
Esqueça um pouco as mordidas e brigas. Mas as acompanhe de perto, verifica qual é o comportamento da professora diante desses novos desafios do seu filho. Porém deixe-o viver TODAS AS FASES.

Seu filho precisa de organização.
Regras são necessárias.
Escolas que trabalhem a autonomia e delimitação de espaço na sala de aula e fora dela também é importante.
Esqueça um pouco as mordidas e brigas. Mas as acompanhe de perto, verifica qual é o comportamento da professora diante desses novos desafios do seu filho. Porém deixe-o viver TODAS AS FASES.

Seu filho precisa de organização.
Regras são necessárias.
Escolas que trabalhem a autonomia e delimitação de espaço na sala de aula e fora dela também é importante.
Nessa idade eles estão demarcando territórios.
Respeito aos profissionais da escola é mais que necessário.
Por mais que você pague a instituição (ou não), eles NÃO ESTÃO te fazendo um favor, e NÃO SÃO SEUS FUNCIONÁRIOS. Eles são funcionários da escola ou do governo.
Seus filhos precisam respeitá-los a cima de TUDO.
Nessa idade é comum os adolescentes implicarem com os profissionais da escola. E muitas vezes eles nunca fizeram nada contra os alunos. É comum. Você precisa acompanhar e procurar saber até onde as reclamações são pertinentes ou são questões banais. Ninguém trabalha por que quer, certamente os profissionais que estão lá, estão trabalhando porque precisam.
São profissionais, respeite-os e ensine seu filho o mesmo.

Seu filho precisa de organização.
Regras são necessárias.
Escolas que trabalhem a autonomia e delimitação de espaço na sala de aula e fora dela também é importante.
Nessa idade eles estão demarcando territórios.
Respeito aos profissionais da escola são mais que necessários.
Por mais que você pague a instituição (ou não), eles NÃO ESTÃO te fazendo um favor, e NÃO SÃO SEUS FUNCIONÁRIOS. Eles são funcionários da escola ou do governo.
Seus filhos precisam respeitá-los a cima de TUDO.
Nessa idade é comum os adolescentes implicarem com os profissionais da escola. E muitas vezes eles nunca fizeram nada contra os alunos. É comum. Você precisa acompanhar e procurar saber até onde as reclamações são pertinentes ou são questões banais. Ninguém trabalha por que quer, certamente os profissionais que estão lá, estão trabalhando porque precisam.
São profissionais, respeite-os e ensine seu filho o mesmo.

 

Sei que o post ficou longo, porém espero poder ajudá-los!!
Caso tenham dúvidas, podem me enviar perguntas para: alicelopes.edu@gmail.com.
Beijos!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 5 =